História

Em 1990 começa a caminhada de uma cabeça isolada que, vivendo de atendimentos tarológicos, resolve alçar a atividade, até então cercada de preconceitos, numa profissão como as grandes, pautada na técnica, ética e responsabilidade sem esquecer-se da elegância e refinamento. Nesse mesmo ano começam as aulas de Tarot básico e, desde então, vão-se 22 anos de aprimoramento e desenvolvimento da antiga arte do Tarot para a tarologia moderna.

Nos primeiros 5 anos os cursos se refinam, ganham corpo e constroem sua própria didática; e nesse mesmo tempo surgem os primeiros professores formados na filosofia dessa arte milenar, agora adaptada aos padrões contemporâneos seguindo o mundo na sua globalização, ganhando seu lugar na mídia cosmopolita e nas altas esferas do pensamento humano.

Já nos anos 2000, a Antiga Escola do Tarot já é reconhecida em todo o Brasil como o principal expoente produtor de conhecimento das bases arcânicas e, de todas as vozes, se ouvem referências ao método de auto conhecer-se para se atingir o auto valor. Sim, a revalorização humana era e sempre será a meta do verdadeiro Tarot!

O ano de 2004 é marcado pela união definitiva de várias cabeças, que juntas moldam o ideal tarológico, não mais como uma profissão apenas, muito além, como um movimento social integrado às diretrizes da nossa sociedade. Queríamos fazer a diferença, deixar nossa marca, fazer nosso papel…participar.

Inicia-se a partir desse momento uma ação coordenada, pois de simples aprendizes do “jogo das cartas”, passamos a levar nossa técnica e filosofia há vários setores da nossa sociedade. Começamos a espalhar nossa voz e mensagem na academia, nas empresas, nas artes e nos meios de comunicação; começamos a mostrar novos caminhos para a dignificação e qualificação do ente humano.

E, o que era inevitável aconteceu: as várias cabeças tornaram-se uma única entidade. Em 27 de agosto de 2010 nasce a Organização da Sociedade Civil de Interesse Público- OSCIP- O Caminho, uma pessoa jurídica sem fins lucrativos, sem vínculos partidários e religiosos, atuante nas áreas de educação, cultura, assistência social e saúde.

oram 30 pessoas os pais e mães dessa ONG única no mundo, foram 30 tarólogos que desejaram fazer parte do terceiro setor e mostrar no que o Tarot pode mudar a vida das pessoas, foram 30 cidadãos que decidiram mostrar ao mundo suas idéias de como tudo pode melhorar.

Hoje, já somos uma jovem organização de um ano e meio, devidamente qualificados como OSCIP pelo Ministério da Justiça, estendendo a cada dia nossos serviços e parcerias; e com persistência, bons trabalhos e uma abordagem social inovadora, revolucionando o terceiro setor como a única sociedade de tarólogos no mundo fazendo um trabalho social de revaloração humana.

A Nossa Visão:

Vemos em nossos cotidianos pessoais e profissionais a grande celeuma do século 21: a desagregação humana! As famílias se pulverizam na desunião, os casais abandonam o amor companheiro em troca das relações fugazes, os profissionais são assolados pelo estresse permanente, os estudantes abandonam seus estudos pela desmotivação interior; vemos em nossos dia a dia a ética esmorecer, a justiça amolecer e a boa educação desaparecer; vemos atualmente que o humano pouco vale, substituído pelo consumo, homens e mulheres tornaram-se cascas ocas no razo das suas existências. “Coisificou-se” tudo, ou seja, antes ter do que ser, naturalizando em nossa sociedade a violência, a desonestidade e o mercado de consciências por pseudo-religiões.

A raça humana foi esquecida no processo da globalização, pois de pessoas que éramos, passamos a estatísticas e números de consumo, votos e faixas de mercado; o lucro a qualquer preço nos engoliu, posto que, vivemos para o capitalismo e não ele a nós. Precisamos mudar ou vamos sucumbir à nossa própria modernidade.

Nosso trabalho através do Tarot é regatar nossa humanidade, rever nossos valores e reencontrar nossas verdades. E o quê ganhamos com isso? Famílias estruturadas, casais unidos, profissionais saudáveis, estudantes comprometidos e, uma sociedade humanizada, que consome responsavelmente, coexiste eticamente e que forma novas e melhores gerações… cada vez mais humanistas.

Esse movimento trará o verdadeiro lucro e fará o real capitalismo; ele será sustentável e redistribuirá os bens de vida em primeiro lugar, os bens de existência em conseqüência e, finalmente, os bens de consumo numa escala global sensata e verdadeira.

Nossa Missão:

Nossa diretriz básica, enquanto tarologistas, é fazer a pessoa se entender para ela poder ser o que quiser, pois sem o auto entendimento, o que haveremos de ser?  Ela foca a pessoa como centro da sua própria vida e, por isso, o único e real poder de decisão consciente do que se é e faz.

Imbuídos dessas premissas, montamos nossas primeiras linhas de ações pontuais:

  • Oferecer cursos que qualifiquem o participante no âmbito pessoal em valor e auto estima pela cultura e conhecimento, que agregue qualidades ao profissional também e, conseqüentemente, renovem e ofereçam novas oportunidades de melhoria de vida a esta pessoa;
  • Estimular em todas as oportunidades o desejo de voltar a estudar, de aprimorar as capacidades e conhecer novos campos do saber como forma de inclusão social ampla;
  • Combater a miséria humana pelo acesso a cultura, ao estado de direito e a descoberta de novas oportunidades de vida dentro da sociedade que cada um pertence;
  • Promover a saúde espiritual e mental através do autoconhecimento e construção de uma nova visão de si mesmo, pautando sempre a singularidade humana como o grande remédio contra as mediocridades.